Episódio #118 – Exposição de Crianças na Internet

Neste episódio vamos falar sobre sharenting e oversharing, práticas realizadas pelos pais que podem trazer prejuízos as crianças.

Resumo de Notícias em 15:33. Tema principal em 33:54.

Reproduzir

ShowNotes

Ouvintes que mandaram Mensagens: Rafael Costa, Marcos Rosa, Augusto Matos, Emanuel Linduarte e Amilton Justino.

Imagem do Episódio – Sad Boy
Música da segunda parte do episódio – “Call for Surrender” por Jesse Spillane
Música do final do episódio – “Falling Out of Chairs” por J. Hacha de Zola

2 comentários em “Episódio #118 – Exposição de Crianças na Internet

  1. Mais um excelente episódio! Já estou encaminhando para todos os parentes (avós em especial) e amigos. Tenho uma filha pequena e no inicio era um ritual quase diário postar uma foto dela nas redes socias. Inclusive boa parte do primeiro ano de vida dela está em fotos armazenadas de forma privada (pelo menos tanto quanto o possível) em um serviço de cloud, por conta do medo inicial de perder essas fotos. Mais recentemente, infectado por uma leve paranóia (adquirida em parte depois de começar a ouvi-los :)) Decidi não utilizar mais sincronização automática com serviços de cloud e hoje em dia sou muito mais criterioso na hora de postar fotos dela ou nossas, com receio de (mal) usos futuros que possam ocorrer com essas imagens. Mais uma vez, obrigado pela importante reflexão e continuem o excelente trabalho.

  2. Senhores, boa noite. Queria agradecer por nos proporcionar todo esse know- how de conhecimento através deste podcast.

    Gostaria de deixar uma pergunta:

    Não sei se vocês acompanharam, mais a imprensa foi impedida de publicar informações sobre o processo de extorsão/hacking da primeira-dama, Marcela Temer. Acontece que os fatos já haviam se tornado público pelo TJ de São Paulo. Inclusive, o cracker já foi até condenado. O juiz que negou a exposição dos fatos do processo, alegou que a exposição dos autos do processo nos veículos de imprensa violaria a privacidade da vítima em questão.

    O que vocês acham? Cerceamento de informação com classificação publica, ou há algum nexo na decisão do Juiz?Bom, acredito que na resposta já emiti minha opinião.
    Grande Abraço.

Deixe uma resposta